LuxCitizenship

Nossos estudos sobre os duplos cidadãos luxemburgueses já chegaram ! Veja agora

Depois de todo o processo de recolher documentos no Brasil vem a tão esperada mudança para Luxemburgo! Nós chegamos aqui no dia 13/03/2021, no ápice de pandemia no Brasil. Meu marido tem cidadania luxemburguesa e eu tenho apenas passaporte brasileiro e nosso desafio começou já no aeroporto. Prevendo possíveis complicações para eu entrar na Europa sem ter a cidadania, nós solicitamos a Embaixada Luxemburguesa uma autorização para minha entrada no país. E isso foi uma mão na roda (veja o post anterior sobre documentação).

Quando chegamos no Luxemburgo, nossa primeira impressão foi: Que frio!

De fato, é o primeiro choque que todo brasileiro toma. Aqui faz frio. Mas é um frio “chique”, porque aqui eles estão preparados para isso. Então você só vai passar frio se estiver na rua. Dentro de todos os lugares fechados existe um sistema de calefação muito eficiente, inclusive dentro dos transportes públicos como ônibus, trens e nosso querido Tram!

Depois desse primeiro choque (térmico) vem toda a experiência de viver aqui.


O transporte público é gratuito dentro de todo país. E digo mais, é de qualidade! Aqui além de ter várias opções de deslocamento você consegue ficar tranquilo e quentinho em qualquer uma delas. A parte boa é que você pode conhecer o país todo usando os transporte público gratuito, e com a tranquilidade de que se você por acaso se perder 1. você ainda sim vai estar perto de casa, pois Luxemburgo é um país pequeno e, 2. você não vai precisar gastar nada para pegar quantos trens ou ônibus for necessário para voltar pra casa.

Luxemburgo é muito lindo.

Tudo aqui tem beleza. Tudo é rico em detalhes. Você se sente em um conto de fadas misturado com um filme de época. Tem muito verde, muitas flores, muitas cores e ao mesmo tempo tem muita história, muitos castelos, muitas muralhas, tudo muito! Me atrevo a dizer que é impossível não se apaixonar por este lugar. Nós chegamos quase na primavera, mas pegamos um clima um pouco atípico pra época, pois ainda está fazendo frio, o que em outros anos já estaria com a temperatura mais amena e com as árvores floridas. E você pode estar achando que eu estou dando ênfaze demais à meteorologia, mas acredite, isso é o que mais incomoda os brasileiros por aqui. Nós chegamos e logo de cara pegamos dias com granizo, chuva e NEVE! Mesmo que pouca, no Brasil raramente vemos neve caindo num belo dia de sol às 3 da tarde. Pois é, aqui isso acontece

Outra coisa a se comentar é sobre a diversidade cultural que existe em Luxemburgo. Aqui você vai encontrar residentes e visitantes de todos os lugares do mundo. O país de fato é um lugar com muitos imigrantes, então na rua você vai ouvir os mais variados idiomas sendo falados. De modo geral, as pessoas são muito receptivas, educadas e dispostas a ajudar. As línguas mais faladas em Luxemburgo são: Luxemburguês, Francês e Alemão. Mas geralmente as pessoas que moram aqui também falam Inglês e Português (de Portugal).

Moien! Eu sou a Verônica Bochi e junto com meu esposo Lucas viemos morar em Luxemburgo em Março de 2021. Nós viemos de Florianópolis no sul do Brasil e estamos aqui descobrindo uma nova vida no último Grão-Ducado do planeta. Tudo que eu dividir aqui com vocês é com base na minha experiência, por isso é sempre importante você pesquisar muito antes de se mudar para Luxemburgo, pois aqui as comunas são independentes e funcionam de formas diferentes. Fiquem à vontade para enviar perguntas ou sugestões 🙂